CEPESE

O Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade – CEPESE é uma Instituição de Utilidade Pública fundada pela Universidade do Porto e pela Fundação Engenheiro Antônio de Almeida que tem como objetivos a investigação científica em parceria com outras instituições universitárias, entre outras entidades.

Uma das linhas de investigação do CEPESE – População, Migrações e Relações Externas de Portugal – está relacionada às “migrações internacionais enquanto fator-chave da evolução demográfica da população”. Nessa linha de investigação existe uma rede de pesquisadores chamada REMESSAS – Emigração Europa do Sul / América do Sul, a qual por uma década contou com a participação de pesquisadores brasileiros, espanhóis, italianos e portugueses. Entre os produtos de interesse dessa rede para os genealogistas podemos citar a plataforma REMESSAS, pela qual é possível o acesso a estudos e a bases de dados sobre a emigração de Portugal para o Brasil e sobre a entrada de portugueses no Brasil entre 1808 e 1842.

A base de pesquisas por titulares de passaportes é um recurso da plataforma que utilizo com frequência e que recomendo ao interessado em descobrir sobre a origem de seus antepassados no território português, problema que aflige um considerável número de brasileiros, pois nem sempre os documentos desses antepassados ou suas memórias sobreviveram à passagem do tempo.

A pesquisa nessa base de dados requer o conhecimento de algumas estratégias bastante simples e que podem fazer a diferença entre encontrar um registro relevante ou perder tempo sem encontrar uma informação que, de fato, sempre esteve na base. Eis as estratégias:

  1. A base não faz diferença entre letras maiúsculas ou minúsculas, portanto você pode digitar júlio ou JÚLIO e o resultado será o mesmo;
  2. A base faz diferença entre letras simples (Rebelo) ou dobradas (Rebello), sendo que deve-se evitar o uso destas, pois não é a regra no português contemporâneo;
  3. A base faz diferença entre letras não acentuadas (Julio) ou acentuadas (Júlio), portanto é sempre recomendável seguir as regras contemporâneas de acentuação.

Faça algumas tentativas combinando essas estratégias e você descobrirá que nem todas as formas pesquisadas retornam resultados. Se os nomes de seus antepassados tinham grafias antigas (Assumpção, Joseph, Manoel), talvez seja recomendável optar pelas atuais (Assunção, José, Manuel).

Os resultados fornecidos por essa base de dados podem trazer informações como a origem (freguesia), concelho (estado), paternidade (nome de pai e/ou mãe), profissão, idade, destino informado pelo solicitante do passaporte e seu estado civil na época do pedido. Interessa saber que o pedido do passaporte não significava necessariamente que o solicitante se dirigiu imediatamente ao destino informado no pedido.

cepese
Resultado de uma busca na base de Titulares de Passaportes

Caso o registro seja encontrado na base, o pesquisador pode solicitar uma cópia digital das informações ao CEPESE pelo e-mail cepese@cepese.pt, bastando para isso informar o número de ID do registro na base e pagar a taxa de serviço de dez euros.


José Araújo é linguista e genealogista amador.

2 comentários

  1. […] texto anterior, expliquei, em linhas muito gerais, como buscar informações sobre um parente específico por meio […]

  2. […] titulares de passaporte no site do Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade – Cepese. Após algumas tentativas, a busca por “Júlio Pinto Rebelo” retornou o resultado […]

Os comentários estão encerrados.