Alfaiate

“Quase não há diferença entre uma e outra fábrica. Desde o Jardim Botânico até Paracambi, e desde Bangu até Petrópolis, em toda parte sente-se a mesma escravidão, idênticos são os sofrimentos do trabalho rude e da vida miserável”. – Pelas Fábricas de Tecidos, In: 1911, A Guerra Social, periódico anarquista, citado por Carlos Augusto Addor.

Leia Mais →

Memória

Não me canso de repetir que toda família deveria se preocupar em guardar cartas, diários, fotografias e relatos orais para a posteridade. Mais do que servir apenas a fins práticos como a busca de cidadania estrangeira, essa atitude ajuda a preservar  a memória da família, que julgo ser um bem imaterial dos mais valiosos.  

Leia Mais →

Floresta

Por vezes nos deparamos com a registos de pessoas que acreditamos serem nossos parentes, porém inexistem provas documentais suficientes para termos essa certeza. Nesses casos, uma estratégia possível é a criação de uma árvore genealógica provisória em um sítio como o MyHeritage.

Leia Mais →

Arthurzico

Cypriana Antunes Coimbra nasceu em Tonda, concelho de Tondela, Viseu, Portugal, em fevereiro de 1903 e veio para o Brasil quando tinha 14 anos. Era filha de jornaleiros, isto é, agricultores que eram pagos por jornadas de trabalho. Cypriana foi provavelmente mais uma das milhares de portuguesas que desembarcaram no Rio de Janeiro no início do século XX em busca […]

Leia Mais →

Anarquista

Segundo a Wikipédia, as “ligas anticlericais foram organizações políticas contra a Igreja Católica, geralmente de inspiração anarquista, maçônica e ateia, fundadas em diversas cidades do Brasil nas primeiras décadas do século XX”.

Leia Mais →

Homonímia

A existência de antepassados com nomes idênticos ou quase idênticos dentro da mesma geração pode se tornar um problema para a correta escrita da história da família quando não há documentos ou relatos que permitam a correta desambiguação.

Leia Mais →

Polícia

Meu avô Antônio Maria Pinto de Araújo teve dois casamentos. Sou neto de Josefa, com quem ele se casou aos 50 anos, em 1918, depois um breve período de viuvez decorrente da perda de sua primeira esposa Luiza de Macedo, com quem ele chegou no Porto de Santos, São Paulo, em 14 de abril de 1905, trazendo os sete filhos […]

Leia Mais →

Esportistas

O genealogista amador que inicia suas pesquisas apenas com registos paroquiais pode acabar tendo a noção equivocada de que seus antepassados apenas nasceram, casaram-se (ou não) e morreram, sem que tenham feito nada mais em suas vidas entre esses momentos.

Leia Mais →