Arthurzico

Cypriana Antunes Coimbra nasceu em Tonda, concelho de Tondela, Viseu, Portugal, em fevereiro de 1903 e veio para o Brasil quando tinha 14 anos. Era filha de jornaleiros, isto é, agricultores que eram pagos por jornadas de trabalho. Cypriana foi provavelmente mais uma das milhares de portuguesas que desembarcaram no Rio de Janeiro no início do século XX em busca de oportunidades para melhorar de vida.

Polícia

Meu avô Antônio Maria Pinto de Araújo teve dois casamentos. Sou neto de Josefa, com quem ele se casou aos 50 anos, em 1918, depois um breve período de viuvez decorrente da perda de sua primeira esposa Luiza de Macedo, com quem ele chegou no Porto de Santos, São Paulo, em 14 de abril de 1905, trazendo os sete filhos que tiveram em Portugal. Quando meu avô chegou, aqui já se encontravam seus cunhados Vasco e Maximiano de Macedo, irmãos de Luiza.

Theodora

A pesquisa em assentos e certidões deveria oferecer ao pesquisador e à pesquisadora dados objetivos a partir dos quais poderia construir a história de uma pessoa ou família. Mas nem sempre é assim. Existe em minha árvore um caso, nem tão remoto no tempo, que deveria ter sido solucionado, porém parece apenas se complicar com cada novo registro encontrado.

Cunhada

Levirato ou levirado – de levir, cunhado em latim – é o nome que se dá ao casamento celebrado entre um homem e a viúva de um de seus irmãos que não deixou descendente do sexo masculino. Trata-se de um costume citado já no Velho Testamento e consta que ainda seja praticado em algumas comunidades da Ásia.

Pai

Na língua portuguesa, as palavras padre e pai têm significados distintos. Sua raiz etimológica, no entanto, é comum: o acusativo latino de pater – patrem -, que significava pai. Mas o que dizer quando o padre e o pai são a mesma pessoa, como no caso de Luís de Amaral, meu antepassado de seis gerações?

Relevância

Até que os cartórios e conservatórias se tornassem responsáveis pelo registro civil, eram as paróquias que se encarregavam de produzir e manter as informações sobre os momentos considerados mais importantes da vida das pessoas, pois estavam relacionados aos principais sacramentos da Igreja: nascimento (batismo), casamento (sagrado matrimônio) e óbito (comunhão e extrema-unção).