Salto

Existe uma complexidade no antigo sistema de nomeação português que costuma confundir os pesquisadores novatos. Se hoje a mulher casada pode receber o sobrenome/apelido do marido em substituição ao do pai, em séculos passados era costume que recebesse exclusivamente o da mãe ou da avó e os mantivesse durante a vida. Apenas os filhos homens herdavam os sobrenomes dos pais.

Leia Mais →

Extemporâneo

Em minhas pesquisas em assentos paroquiais de batismo, já encontrei alguns casos interessantes, como o de escravos batizados na idade adulta, certamente pela necessidade de serem convertidos à fé cristã depois de trazidos à força desde o outro lado do Atlântico. Mas encontrei também outros casos – que avalio como curiosos – de batismos não tão tardios, mas realizados depois […]

Leia Mais →

Ilustre

Nos portais de algumas localidades portuguesas existem páginas dedicadas às pessoas ilustres que nelas viveram. Tais páginas podem conter informações úteis para nossa genealogia quando temos a certeza de que nossas famílias são originárias dessas localidades.

Leia Mais →

DigiGov

A plataforma DIGIGOV – Diário do Governo Digital (1820-1910) permite a consulta por texto em cerca de 30.000 edições do jornal oficial do Estado Português que foram publicadas entre 16 de setembro de 1820 e 5 de outubro de 1910.

Leia Mais →

Pobríssimos

Os assentos paroquiais – de batismo, casamento e óbito – nos fornecem informações preciosas sobre as origens de nossos antepassados que nos permitem reconstruir os ramos de nossas árvores familiares. Mas eles costumam fornecer também dados que nos permitem descobrir em que condições viveram nossos familiares.

Leia Mais →

Ötzi

Em 19 de setembro de 1991, um casal alemão em férias nos Alpes, entre Suíça e Itália, deparou-se com o que parecia ser um cadáver cujo tronco emergia da camada de gelo. Eles anunciaram a descoberta ao proprietário de uma estalagem, que chamou a polícia. A suposição inicial era que se tratasse da morte acidental de um montanhista ocorrido talvez […]

Leia Mais →